Logística e Supply Chain: quais são as principais tendências?

logística e supply chain

A logística e o supply chain estão diretamente envolvidos com as novas tecnologias. O setor será um dos primeiros a se transformar na chamada indústria 4.0. Estar atento às novidades e se atualizar é um fator determinante na competitividade.

Conheça, então, as principais tendências para a logística e o supply chain que veremos daqui em diante.

 

Digitalização

É a tendência mais evidente, pois acontece em todo o mercado. No setor de logística e supply chain, vemos o surgimento de softwares, tecnologias e recursos que agilizam e tornam toda a cadeia muito mais dinâmica e eficiente. Os serviços se tornam mais rápidos e acessíveis aos consumidores.

A digitalização é o conjunto de diversas tecnologias, e a mais importante delas talvez seja a Internet das Coisas. Ela irá conectar os mais diversos aparelhos, dispositivos e objetos, criando um sistema de comunicação inter-relacionada. Com isso, teremos uma melhora em todas as etapas do supply chain, do monitoramento do estoque à otimização das rotas.

 

Inteligência Artificial

A cada dia mais aprimorada, a Inteligência Artificial pode ser aplicada de diversas maneiras na logística e no shupply. Ela está por trás dos veículos autônomos, que trafegam sem a necessidade de um motorista.

A Inteligência Artificial também trouxe robôs mais facilmente programáveis para realizar as tarefas mais complexas, repetitivas e desafiadoras. Além disso, sistemas avançados de reconhecimento de gestos podem até mesmo aposentar o teclado e o mouse.

 

Inteligência aplicada no negócio

Os dados e informações sobre logística terão ainda mais importância daqui pra frente. A eficiência será resultado direto da capacidade de gerar conhecimento. Nesse cenário, teremos análises mais complexas, e melhores estudos sobre processamento de pedidos e planejamento.

Quanto maior for à empresa, maior será a importância do trabalho de inteligência de negócios. Afinal, dispor do mesmo conhecimento da concorrência passa a ser fundamental para se manter competitivo.

 

Uso de SaaS

“SaaS” significa Software as a Service, ou “Software como um Serviço”. Trata-se de programas e aplicativos que podem ser utilizados de maneira simples e remota, seja no computador, tablet, smartphone ou outro dispositivo móvel.

Combinado com a computação em nuvem, o SaaS oferece às empresas a possibilidade de ter uma melhor performance sem muito investimento. A cadeia logística pode ser gerida de qualquer lugar e a qualquer hora graças ao cloud computing.

Além disso, as empresas pagam o serviço por uso, evitando os altos custos fixos de ter um só sistema em hardware. Sem gastar com data center, pessoal de TI, manutenção e outros investimentos, as empresas garantem um ótimo custo-benefício.

 

Wearables devices

Em português significa “dispositivos vestíveis”, e se trata disso mesmo. Relógios, óculos e outros acessórios que são projetados com tecnologia de ponta. Com os wearables conectados à nuvem, os profissionais poderão acessar dados em tempo real.

Um colaborador poderá, por exemplo, controlar o estoque e dados do inventário, manter-se atualizado com as demandas, coletar e acompanhar a fabricação e distribuição dos produtos. Tudo rapidamente. Essas tecnologias surgem aos poucos e entram no nosso dia a dia à medida que as empresas as reconhecem como um investimento.

E você, já utiliza alguma tendência logística e do supply chain? Conte sempre com o Reasy, o melhor sistema de roteirização do mercado, para otimizar a logística da sua empresa. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *