Por que a Logística Verde Vai Impactar Todo o Mercado?

logística verde

A preocupação com o meio ambiente tem aumentado de maneira considerável a cada ano. Sociedade e empresas têm buscado cada vez mais alternativas de reduzir os impactos negativos ao meio ambiente. Nesse contexto, surgiu a logística verde, você já ouviu falar?

Trata-se de uma área da logística que tem como principal característica a preocupação com os impactos ambientais da atividade. É um conceito atual e totalmente relacionado à sustentabilidade por defender a destinação correta dos produtos e que proporciona diversos benefícios.

De maneira geral, a logística tem como objetivo a coordenação de atividades relacionadas a armazenagem, distribuição e circulação de produtos que atendam às necessidades do cliente com poucos custos.

Por meio da logística verde, é possível, por exemplo, conter o aumento da emissão de resíduos ao meio ambiente, bem como o mau uso e falta de proteção de materiais.

Além de evitar danos ao meio ambiente, a logística verde fortalece também a imagem das empresas perante os consumidores, visto que as pessoas têm passado a priorizar organizações que se preocupam com questões sustentáveis.

Mas, atenção! Logística verde não é o mesmo que logística reversa. Apesar de possuírem aspectos em comum, cada qual tem suas particularidades.

 

Logística Verde x Logística Reversa

Tanto a logística verde quanto a logística reversa, tem como ponto em comum a preocupação com o meio ambiente. Pode-se dizer que a reversa é uma área específica da logística verde por cuidar do fluxo físico de produtos e embalagens, possibilitando que retornem ao ponto de consumo a seu local de origem. Essa é uma ação que promove sustentabilidade ao reduzir os impactos relacionados ao descarte de embalagens.

Porém, a logística verde é muito mais abrangente, preocupando-se, por exemplo, com a redução de embalagens, por exemplo.

 

Benefícios da Logística Verde

Entre os principais benefícios da logística verde estão a redução da emissão de gases do efeito estufa (CO2), bem como de poluição, resíduos e degradação ambiental, o uso mais eficiente dos recursos, aumento da visibilidade dos benefícios financeiros e operacionais, redução dos custos e aumento da lucratividade.

Isso é possível por meio de ações como relatório de emissão de CO2, por meio do somatório da quilometragem por veículo e por trecho, ou por meio da otimização da frota com redução do número de carros, o que resulta em menor emissão de gases. Gestão da velocidade também é uma ação possível por meio da logística verde com o controle das velocidades, condições climáticas e outras iniciativas que ajudam a evitar danos ao meio ambiente.

Uma empresa que adota práticas sustentáveis, tem mais chances te garantir uma boa reputação e fortalecer a imagem da sua marca. Os consumidores têm desenvolvido cada vez mais uma consciência ambiental, priorizando as organizações que promovem ações e estratégias que evitam danos ambientais. Dessa forma, a logística verde tem ganhado cada mais força e visibilidade.

Dados de uma pesquisa realizada pelo Green Logistics Forum reforçam isso: 94% dos profissionais de alto nível da área de logística consideram a logística verde uma prioridade em seus negócios. Ou seja, é uma área de atuação bastante promissora!

Conte sempre com o Reasy, para ficar bem informado sobre as principais tendências da área de logística. Até mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *